Este sábado, às 10h, decorre a cerimónia de reabertura da cadeia Comarcã de Sintra, após as obras que restabeleceram as condições de segurança para a utilização pelo grupo 93 dos escoteiros em Sintra.

A obra permitiu recuperar a claraboia que se encontrava profundamente degradada, com os vidros partidos e os seus elementos estruturais em avançado estado de corrosão.

A intervenção da autarquia sintrense implicou a substituição integral da rede elétrica. Foram ainda repostas as condições de estabilidade da laje de teto com o reforço estrutural de forma a garantir a segurança de pessoas e bens. O para-raios existente, que se encontrava obsoleto, foi também substituído por um novo com a adequada descarga à terra

“A melhor maneira, mesmo que informalmente, de iniciar o Ano Municipal da Juventude de Sintra é com a reabertura deste edifício municipal, utilizado pelos escoteiros”, afirmou Basílio Horta. O presidente da Câmara Municipal de Sintra vai marcar presença na cerimonia de abertura do espaço.

O Ano Municipal da Juventude vai promover ao longo do ano de 2020 um conjunto de iniciativas descentralizadas, que envolvam as associações, as associações de estudantes, os grupos informais de jovens e os jovens, através da participação, pondo em evidência as suas realidades, as suas necessidades e anseios, permitindo igualmente dar visibilidade e valorizar a dimensão coletiva que congrega os jovens em torno de manifestações de participação culturais e artísticas.

Sintra é o segundo município do país em população jovem, com mais de 63 mil munícipes com menos de 15 anos e 66 mil entre os 15 e os 29 anos.

EDIFÍCIO FOI ENCERRADO NO FINAL DE 2018

A antiga cadeia comarcã de Sintra foi encerrada, no final de 2018, pelas chefias do grupo 93 dos Escoteiros de Portugal e pela câmara, após uma vistoria municipal concluir que parte da estrutura do edifício apresenta “risco de colapso iminente”.

Sede dos Escoteiros em 2018

“Depois de terem sido levantadas suspeitas sobre a segurança do edifício, a chefia do grupo, como principal responsável pela segurança dos jovens, bens pessoais e do próprio imóvel, decidiu encerrar preventivamente o edifício”, lia-se na ordem de encerramento afixada na altura no portão fechado a cadeado.

Sede dos Escoteiros em 2018