Elevador caiu num edifício em Lisboa

A vítima é um técnico que se encontrava a fazer manutenção.

Um homem morreu hoje na sequência da queda de um elevador do edifício do BPI na Avenida Casal Ribeiro, em Lisboa, ao qual fazia manutenção.

A vítima é um técnico da Empresa Schindler Portugal, de 43 anos, que se encontrava a fazer trabalhos de manutenção, dentro da caixa do elevador.

Um outro técnico, que se encontrava do lado de fora, recebeu assistência psicológica, revelou o chefe de operações dos bombeiros no local, à SIC Notícias.

A queda foi de 22 andares, entre os pisos 17.º e -4. Quando os bombeiros chegaram, já a vítima era cadáver.

O alerta foi dado às 12h39, e foram destacados para o local, para além dos Bombeiros Sapadores de Lisboa, o INEM e a PSP.

A final da tarde a empresa Schindler Portugal confirmou a ocorrência de um acidente com um elevador na Avenida Casal Ribeiro, em Lisboa, que provocou a morte de um trabalhador, avançando que ainda não foi possível apurar as causas do incidente.

“As nossas primeiras palavras vão para a família da vítima, à qual será prestado todo o apoio necessário, bem como ao colega da vítima que com ela se encontrava no local, que está a receber apoio psicológico”, pode ler-se no comunicado.

De acordo com a empresa, “ainda não é possível apurar as causas do acidente”, adiantando que a empresa que se encontra a “colaborar estreitamente” com as autoridades, no sentido de “esclarecer rigorosamente” o sucedido.

[Notícia em atualização, 19h44]