PSP detém jovens que pertenciam a “grupo criminoso” de Lisboa

A Polícia de Segurança Pública (PSP) anunciou hoje o "desmantelamento de um grupo criminoso" responsável por roubos em Lisboa, registando a detenção de nove jovens, todos do sexo masculino, com idades compreendidas entre 15 e 20 anos.

Foto: PSP - arquivo

Em declarações à agência Lusa, o subcomissário do Comando Metropolitano de Lisboa (COMETLIS) da PSP Daniel Martins disse que a detenção destes jovens ocorreu após um roubo na zona da Graça, na quinta-feira, pelas 22:00, em que “um grupo de dez a doze indivíduos” tentou roubar um motociclo, mas o proprietário do veículo impediu que tal acontecesse e foi agredido.

“As agressões foram mediante o arremesso de pedras e de garrafas de vidro, bater com um pau, murros e pontapés”, referiu o subcomissário do COMETLIS da PSP, acrescentando que os jovens só pararam quando pensaram que tinham morto o lesado.

Apesar da violência das agressões, o lesado não ficou ferido com gravidade, pelo que foi apenas assistido no local.

“Os indivíduos acabariam por ser intercetados e detidos quatro horas mais tarde, mediante a emissão de mandados de detenção fora de flagrante delito pela Autoridade de Polícia Criminal”, avançou Daniel Martins, indicando que os jovens “foram reconhecidos, de forma cabal, pelo lesado” e houve uma testemunha que também colaborou com a polícia.

No total, foram detidos nove jovens, dos quais com 15 anos e os restantes com idades entre 16 e 20 anos, precisou o subcomissário da PSP, acrescentando que “seis são portugueses, dois guineenses e um brasileiro”.

Na ocorrência relacionada com um motociclo, os jovens “não conseguiram roubar nada, não passou da tentativa”.