Sintra cria plano de intervenção para combater criminalidade

Os objetivos desta intervenção, são prevenir a delinquência juvenil, reduzir as vulnerabilidades sociais e promover a cidadania e a igualdade de género.

Mem Martins, Sintra | Foto: Sintra Notícias

O município de Sintra e o Governo apresentam hoje um plano de intervenção local, que tem como propósito, prevenir a delinquência juvenil, reduzir a criminalidade e promover a cidadania e igualdade de género.

O Contrato Local de Segurança de Sintra (CLS), como é denominado, vai ser apresentado esta sexta-feira, dia 30 de agosto, às 15h30, no Palácio Valenças, em Sintra, iniciativa que conta com a presença do presidente da Câmara de Sintra, Basílio Horta e a secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto.

Segundo a autarquia, o plano de intervenção do CLS irá incidir nos diversos territórios, como o Casal de São José e Tapada das Mercês (Algueirão-Mem Martins), Bairro do Pendão (Queluz), e nas áreas circundantes às Estações da CP de Agualva-Cacém, Monte Abraão e Rinchoa.

O Plano resulta da cooperação institucional entre a administração central e a administração local, em interação com a comunidade, com o objetivo de reforçar a segurança, redução de vulnerabilidades sociais à prevenção da delinquência juvenil e à eliminação dos fatores criminógenos que contribuem para taxas de criminalidade identificadas nas áreas de intervenção.