Detetada legionella nas instalações da Base Aérea 1 em Sintra

Deteção ocorreu num único local que não estava a ser usado por ninguém devido às férias.

Foi detetada a presença da bactéria legionella em alguns locais na Base Aérea nº1 de Sintra, situação que se verificou “num único local que não estava a ser usado por ninguém devido às férias”.

A notícia avançada pelo jornal Correio da Manhã (CM) adianta que análises realizadas no âmbito do Plano de Controlo da Qualidade da Água do Complexo Militar de Sintra, “detetaram a presença da bactéria legionella num local daquela unidade, onde está instala a Base Aérea Nº1, a Academia da Força Aérea e o Museu da Força Aérea, entre outros serviços”.

Fonte oficial da Força Aérea confirmou a situação, ressalvando que a deteção ocorreu num único local que não estava a ser usado por ninguém devido às férias e que foram tomadas as medidas necessárias para eliminar a bactéria.