Circuito Internacional Beloura Tennis Academy com dois torneios

Primeiro dia do BTA Futures I

Beloura Tennis Academy | Foto: Raquetc

Iniciou esta segunda-feira, a 3.ª edição dos torneios Futures, na Beloura Tennis Academy, que conta com onze portugueses, no quadro principal e quatro continuam na corrida para lá chegar.

A primeira ronda contou com a realização de apenas 16 encontros, dos quais 15 foram resolvidos em dois sets e no final quatro portugueses garantiram o regresso aos courts para a última ronda da fase de qualificação.

O primeiro a seguir em frente foi o mais cotado entre os que competiram: segundo cabeça de série, Gonçalo Falcão esteve em campo durante pouco mais de uma hora e só cedeu três jogos no encontro com o britânico Russell Henderson, que derrotou por 6-1 e 6-2.

Numa jornada muito rápida, o jogador português não precisou de esperar muito para ficar a conhecer o derradeiro adversário que será, Grigoriy Korobeynikov, do Uzbequistão, como foi rápido a receber a companhia de mais três compatriotas.

André Rodeia, que surge neste qualifying como o 11.º pré-designado, venceu um duelo 100% português com Bernardo Teixeira, por 6-3 e 6-2, enquanto Paulo Fernandes (12.º) superou o wild card Hamad Abdulaal (do Bahrain) por 6-0 e 6-1 e Bernardo Roque venceu o britânico Llewelyn Bevan (16.º) por 6-1 e 6-4. Em sentido contrário, David Ramalho, Ricardo Brancal, Valentin de Carvalho e Illia Stoliar não conseguiram ir além da primeira de duas rondas.

No quadro principal de singulares estão outros 11 portugueses: Fred Gil, João Monteiro, Tiago Cação, Nuno Borges (todos como cabeças de série), Luís Faria, Daniel Batista, Francisco Cabral e Fábio Coelho tiveram entrada direta, enquanto Hugo Maia, Manuel Gonçalves e Pedro Araújo foram contemplados com wild cards.

Mais informação, aqui.

Fotografia: DR Raquetc