Morreu Ruben de Carvalho

ÓBITO | Histórico militante do PCP tinha 74 anos. O jornalista era responsável na CML pelo Roteiro do Antifascismo e membro do Comité Central do PCP.

Morreu esta terça-feira, o jornalista Ruben de Carvalho, histórico dirigente do PCP e organizador da "Festa do Avante!"

O jornalista Ruben de Carvalho, histórico dirigente comunista e organizador da “Festa do Avante!”, morreu na madrugada desta terça-feira, no Hospital de Santa Maria, em Lisboa. Tinha 74 anos.

Ruben de Carvalho nasceu em Lisboa a 21 de julho de 1944 e teve uma intervenção ativa na luta antifascista desde jovem.

Foi chefe de redação da Vida Mundial, redator coordenador do jornal O Século e chefe de redação do semanário Avante!, a partir da primeira edição do jornal, em abril de 1974, e até junho de 1995. Fazia também parte da organização do festival desde o seu início, em 1976.

Foi membro das “comissões juvenis de apoio” à candidatura do General Humberto Delgado em 1958 e esteve preso durante o Estado Novo.

A ativa intervenção no movimento estudantil levou a “perseguições constantes por parte da polícia do regime fascista”, conforme refere a nota de pesar do PCP. Foi preso em 1961, 1962, 1963, 1964 e 1965/1966 e de novo em 7 de Abril de 1974.

Depois do 25 de Abril, foi chefe de gabinete do Ministro Sem Pasta, Francisco Pereira de Moura, no I Governo Provisório, e deputado à Assembleia da República.

Era atualmente responsável na CML pelo Roteiro do Antifascismo e membro do Comité Central do PCP.