Basílio Horta diz que nunca sentiu tanta “responsabilidade” e admite recandidatar-se a um terceiro mandato em Sintra

Basílio Horta é candidato se tiver o apoio do PS, saúde e vontade

Basílio Horta, presidente da Câmara de Sintra | Foto: DR Jornal Sol

O presidente da Câmara Municipal de Sintra admitiu este sábado que pode candidatar-se a um terceiro mandato. A revelação foi feita numa entrevista ao semanário Sol, onde analisa o atual estado do regime democrático, faz o balanço das últimas eleições europeias e do seu mandato como autarca.

Perante a pergunta dos jornalistas se “está disponível para mais um mandato”, Basílio Horta admitiu ainda não ter pensado nisso, até porque “faltam dois anos”.

No entanto o autarca revelou que “para que isso aconteça são necessárias várias coisas. Primeiro que o PS continue a apoiar-me, se o PS me quiser continuar a apoiar é evidente que não recusaria; segundo é necessário que tenha saúde; terceiro é necessário que tenha vontade”, revelou Basílio Horta

O autarca adiantado ainda que, “não sei se a ordem é esta ou é outra mas são os três pontos que são necessários”.

O presidente da Câmara Municipal de Sintra afirmou ainda, durante a entrevista ao semanário Sol, que, “no final de 2020 farei uma análise da situação e tomarei a minha decisão”.

Basílio Horta revelou ainda que, “nunca estive num lugar em que sentisse tanta responsabilidade”. “Temos sempre a sensação que o tempo não chega, o concelho é muito grande, tem 320 Km2, as necessidades são muito grandes e a obra nunca está acabada”, confessa o autarca.