Homem suspeito de homicídio em Queluz fica em prisão preventiva

    Um homem suspeito dos crimes de roubo qualificado e homicídio na forma tentada que ocorreram em Queluz, Sintra, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, anunciou hoje a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

    Polícia de Segurança Pública (PSP) | Foto: Sintra Notícias - arquivo

    Vai ficar em prisão preventiva a aguardar julgamento, um homem suspeito dos crimes de roubo qualificado e homicídio na forma tentada que ocorreram em Queluz, no concelho de Sintra, anunciou a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

    “No essencial ficou fortemente indiciado que o arguido, do sexo masculino, de 28 anos, em novembro e dezembro de 2018, dirigiu-se a um café em Queluz, munido de uma espingarda caçadeira de canos serrados, onde, numa primeira vez, subtraiu uma quantia monetária e o telemóvel do ofendido”, refere a PGDL.

    Segundo a PGDL, o homem deslocou-se uma segunda vez ao local e, na sequência de uma discussão, efetuou um disparo na direção do abdómen da vítima, com uma espingarda, “com intenção de lhe retirar a vida, o que apenas não alcançou por circunstâncias alheias à sua vontade”.

    O homem foi agora detido e presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva por existir “perigo de fuga e de perturbação da ordem e tranquilidade públicas”.