Postos de combustivel com filas longas em Algueirão Mem Martins

Gasolina começa a faltar em alguns postos de abastecimento no concelho de Sintra que registam longas filas de automóveis, junto às bombas

Ponto de combustíveis do Jumbo, em Algueirão Mem Martins, só com gasóleo aditivado (15h05). Neste momento está fechado

A greve dos motoristas de transporte de matérias perigosas que teve início as 00h00 deste segunda-feira, começa a fezer-se sentir nos postos de abastecimento de combustíveis um pouco por todo o pais.

Na freguesia de Algueirão Mem Martins, no concelho de Sintra, a gasolina começa a faltar em alguns tanques de armazenamento de combustiveis e há filas, por vezes longas, junto às bombas para abastecer-

O posto de abastecimento do Jumbo em Mem Martins, às 15h06, só tinha disponível gasóleo aditivado. Sem problemas mas também com longas filas de automóveis, estavam a funcionar os postos de abastecimento da BP, Galp e Repsol. No algueirão, os postos da Galp, estavam sem problemas de abastecimento, às 15h50, apesar de muito concorridos.

Postos encerrados por falta de combustíveis às 19h01
  • Jumbo (Mem Martins)
  • Rio de Mouro (Repsol)
  • A16 (Prio)

(em atualização)

A pouco mais de 24h00, os efeitos da greve começaram a fazer-se sentir, também nos aeroportos de Lisboa e de Faro.

Governo está a tentar “normalizar” situação, diz Marcelo

O Governo já avançou com a requisição civil, apesar da contestação do sindicato destes profissionais. Os motoristas exigem um aumento de salários e a melhoria dos horários e condições de trabalho.

“A grande preocupação é estabilizar e normalizar a situação”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa. Quanto ao “problema laboral”, o Presidente da República, disse esperar “que venha a ter diálogo que permita também uma evolução”.

Sobre a requisição civil, que talvez pudesse ter evitado a ruptura nos combustíveis se tivesse sido imposta mais cedo, o Presidente afirmou que, “o que me chega da parte do Governo é a convição de que tudo está a ser feito para recuperar esse tempo que entretanto decorreu”.

Plataforma online diz quais os postos sem combustível

A plataforma criada pela VOST Portugal (Voluntários Digitais em Situações de Emergência), com a ajuda do criador do Fogos.pt, informa sobre os postos de abastecimento que estão sem combustível.

O endereço é janaodaparaabastecer.vost.pt.

O responsável da VOST adiantou ao site Dinheiro Vivo que consoante o desenrolar dos acontecimentos, a plataforma iria reagrupar as informações, por exemplo, por concelhos.