“A obra está à vista e é trabalho da comunidade”, sublinhou Basílio Horta, presidente da Câmara de Sintra, mostrando-se “muito agradado” com o trabalho de recuperação e reabilitação do Parque Desportivo da Carreirinha, nas Lameiras | Foto: Pedro Tomé

Basílio Horta, presidente da Câmara de Sintra e José Sequeira, presidente do Sport União Sintrense (SUS), inauguraram este domingo, o relvado em piso sintético no Parque Desportivo da Carreirinha, propriedade da Sociedade Filarmónica Instrução e Recreio Familiar de Lameiras (SFIRFL), na União das Freguesias da Terrugem e São João das Lampas, no concelho de Sintra.

O espaço, que se encontrava degrado e abandonado, implicou um investimento da Câmara de Sintra, na ordem dos 153 mil euros, para a instalação de um relvado sintético, com marcações de futebol 7, futebol 9, futebol 11, bem como a recuperação dos balneários.

Com duas equipas da formação a disputar os Campeonatos Nacionais (Juniores e Juvenis), cujos jogos não podem ser realizados no campo n.º2, por este não ter as medidas exigidas por regulamento a solução encontrada pela SAD do Sintrense, foi através de um “protocolo de colaboração” com a SFIRFL, para utilização do Parque Desportivo da Carreirinha, por um período de dez anos.

Assim, a Academia de Futebol do Sport União Sintrense (SUS), destinada aos escalões de formação “estende-se”, já na próxima época desportiva, para as Lameiras. O “alargamento” de horizontes vai levar a que haja também um maior número de atletas jovens a praticar futebol na Academia do Sport União sintrense.

“Decisão acertada”

ao centro, Basílio Horta, presidente da Câmara de Sintra e José Sequeira, presidente do Sport União Sintrense (SUS),
e Vanessa Dias, vice-presidente da Sociedade Filarmónica Instrução e Recreio Familiar de Lameiras (SFIRFL) esta manhã na cerimónia de inauguração do
relvado em piso sintético no Parque Desportivo da Carreirinha, nas Lameiras

“A obra está à vista e é trabalho da comunidade”, sublinhou Basílio Horta, que se mostrou “muito agradado” com o trabalho de recuperação e reabilitação executado naquele “espaço abandonado e degradado”.

O presidente da Câmara de Sintra, destacou ainda “o bom entendimento e cooperação entre as duas entidades” [Sport União Sintrense e Sociedade Filarmónica Instrução e Recreio Familiar de Lameiras] para que a realização da obra, com o apoio da autarquia.

“Das palavras passamos aos atos”, destacou por seu turno, José Sequeira, presidente do Sport União Sintrense (SUS), considerando que “o Sport União Sintrense vive hoje um momento único da sua história”, ao propor-se “alargar os seus horizontes, descentralizando a prática desportiva, permitindo a todos os seus adeptos, atletas e amantes do futebol, estarem mais perto do clube, promovendo as oportunidades que permitem o acesso de crianças e jovens à prática desportiva, descentralizando a sua atividade”. Já no final do seu discurso, José Sequeira, mostrou-se “orgulhoso” com os resultados desportivos do “clube centenário”, nas mais diversas modalidades, [além do futebol, masculino e feminino, o judo o rugby e a esgrima] que “dão-nos a certeza de trilharmos os caminhos do sucesso”.

“Por motivos pessoais e emocionais”, Domingos Xavier, presidente da Sociedade Filarmónica Instrução e Recreio Familiar de Lameiras não esteve presente, mas deixou mensagem, lida por Vanessa Dias, vice-presidente da instituição.

“A assinatura deste protocolo de colaboração entre as duas instituições possibilitou que este equipamento desportivo fosse recuperado, permitindo ótimas condições para a prática de futebol  das camadas jovens do Sintrense”, segundo o presidente Domingos Xavier, considerando que a decisão dos sócios da SFIRFL para cedência do espaço ao SUS, “foi certa e desejável para ambas as instituições”.

Na cerimónia de inauguração, estiveram presentes, os presidentes das Juntas de Freguesia de Terrugem e São João das Lampas, Guilherme Ponce Leão e das Freguesias de Sintra, Fernando Pereira, o Diretor Executivo da Associação de Futebol de Lisboa (AFL), José Ribeiro, entre outras entidades desportivas e sociais.