Militares da GNR feridos ao salvar idosa e cão de casa em chamas

ESTORIL | Os militares da GNR tiveram de ser assistidos por inalação de fumos durante o resgate

INEM | Foto: arquivo

Uma idosa de 78 anos foi salva, esta sexta-feira, de um incêndio na sua habitação, na localidade da Amoreira, em Estoril, por dois militares da GNR.

Num comunicado enviado ao SINTRA NOTÍCIAS, as autoridades explicam que os militares foram alertados para um incêndio que decorria numa residência de um prédio de três andares. De imediato deslocaram-se ao local, onde foram informados de que poderia estar uma idosa no seu interior.

Os militares arrombaram a porta, mas com o fumo intenso não conseguiram entrar na casa. A solução foi escalar o prédio, até ao 1º andar pelo exterior, partiram as janelas e encontraram a vítima numa das divisões da casa.

Já com a ajuda dos bombeiros, a mulher foi retirada do local através da janela e socorrida. Posteriormente, a idosa foi transportada para o hospital, em estado grave, por inalação de fumos e várias queimaduras.

Nesta ocorrência os dois militares que procederam ao salvamento também tiveram de ser assistidos devido à inalação de fumos, assim como, duas pessoas residentes no prédio, uma delas, menor.

Os militares ainda conseguiram salvar um canídeo que também se encontrava na habitação em chamas.

Estiveram presentes no local dez militares da GNR, elementos dos Bombeiros Voluntários de Alcabideche e elementos da Proteção Civil de Cascais.