Rapaz de dez anos vítima de morte súbita em escola de Casal de Cambra

O Jovem frequentava a Escola Básica Casal de Cambra, em Sintra

Viatura do Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital Amadora-Sintra | Foto: arquivo

Um rapaz de 10 anos morreu, esta segunda-feira, vítima de doença súbita, na Escola Básica Casal de Cambra, em Sintra.

O INEM recebeu o alerta às 12h57, que dava conta de uma “criança inconsciente” e deslocou para o local uma viatura do Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital Amadora-Sintra e uma ambulância dos Bombeiros Voluntários de Belas, para prestar socorro à vitima.

O óbito foi declarado ainda no local.

Posteriormente, o INEM enviou para o local uma Unidade Móvel de Intervenção Psicológica, com um psicólogo e um técnico, para dar apoio a alunos, professores e funcionários.

A criança de origem guineense, encontrava-se em Portugal há cerca de dois anos a fazer tratamentos a problemas de foro cardíaco.

Recorde-se que em poucos dias, são já dois os casos de paragem cardiorrespiratória súbita em escolas do concelho de Sintra.

Na última quarta-feira, uma menina de 13 anos sofreu uma paragem cardiorrespiratória na escola sede do Agrupamento de Escolas do Alto dos Moínhos, na Terrugem. A rápida intervenção da professora de educação física, que manteve manobras de reanimação até chegada do INEM, permitiu que a jovem chegasse ao Hospital Amadora-Sintra com vida.

 

(em atualização)