Prémio André Jordan com recorde de participações

Candidaturas atingem número recorde com 43 trabalhos apresentados. com forte adesão da comunidade científica

André Jordan, Chairman

A edição de 2018 do Prémio André Jordan registou um número recorde de participações, com 43 candidaturas, entre as quais 15 Artigos Científicos, 13 Teses de Doutoramento e 15 dissertações de Mestrado, comprovando desta forma um crescimento da adesão da comunidade científica a esta iniciativa.

Recorde-se que o Prémio, que se encontra agora em fase de pré-seleção, foi pioneiro na promoção e realização de trabalhos de investigação sobre Economia de Imobiliário, disseminando esse conhecimento pelos profissionais do mercado.

A edição deste ano do Prémio André Jordan, vai avaliar estudos relacionados com Cidades, Turismo e Mercado Imobiliário, podendo as candidaturas ser classificadas em áreas tão diversas como Economia e Gestão Imobiliária; Finanças, Investigação e Avaliação; Marketing e Informação; Fiscalidade; Economia urbana; Planeamento e urbanismo; Sustentabilidade e ambiente; ou Imobiliário e Turismo.

Os trabalhos a concurso serão agora apreciados pelos membros do júri presidido pelo Professor Augusto Mateus, estando previsto o anúncio dos vencedores após o verão. Na 5ª edição do Prémio André Jordan está em jogo um prémio com o valor pecuniário de 7.500€ para Teses de Doutoramento ou Artigos Científicos, bem como um prémio pecuniário de 1.000€ para dissertações de Mestrado.

Por forma a aproximar os meios técnico, científico e profissional, os trabalhos premiados serão ainda publicados numa edição adaptada para distribuição aos profissionais do mercado Imobiliário.