Teve início esta segunda-feira a requalificação da Praceta Sacadura Cabral em Rio de Mouro, junto à estação da CP, uma obra que promete devolver este espaço às pessoas.

“É preciso olhar para o concelho como um todo, as áreas de requalificação urbana não podem ser só na vila histórica de Sintra, é preciso requalificar áreas onde as pessoas vivem, é necessário uma praça para ser usufruída pelas pessoas, faz falta sítios onde as pessoas possam conviver, e esta obra é uma devolução de espaços de fruição aos munícipes”, frisou Basílio Horta durante a apresentação do projeto.

O objetivo da intervenção passa pelo reforço e qualificação da Praça Sacadura Cabral, enquanto centralidade urbana identificada no Programa Estratégico de Reabilitação Urbana ARU Mem Martins-Rio de Mouro, tirando partido dos grandes valores urbanos, particularmente da sua função agregadora, como ponto central onde as pessoas se encontram.

Procura-se desenvolver uma imagem contemporânea aliada à integração de elementos que incentivem a estadia e o lazer, que exprima a vontade de devolução da cidade aos peões e estimule o sentimento de identidade e de pertença.

Para além da criação de uma zona de lazer, convívio e jogos de mesa, que ofereça uma estadia confortável, eventualmente complementada com a integração de mobiliário urbano próprio, prevê-se que, em fase posterior, seja equacionada a instalação de um equipamento-âncora que propicie outras atividades.

Bruno Parreira, presidente da freguesia de Rio de Mouro considera que esta obra “é a realização de um sonho que só é possível porque a Câmara fez um trabalho notável para que a freguesia e os munícipes usufruam deste espaço publico”.