Agualva: Grupo Azevedos inaugura nova linha de produção e aposta nos mercados externos

AGUALVA | Ministro da Saúde elogia capacidade tecnológica e vocação exportadora da empresa

Foto de arquivo | Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, inaugurou em Agualva, a nova linha de produção de medicamentos da Sofarimex, unidade industrial do Grupo Azevedos

O Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, inaugurou esta terça-feira, a nova linha de produção de medicamentos estéreis/liofilizados da Sofarimex, unidade industrial do Grupo Azevedos, sediada em Agualva, na União de Freguesias de Agualva e Mira-Sintra, no concelho de Sintra.

A nova linha de produção que implicou um investimento de 9 milhões de euros e permitiu criar 30 novos postos de trabalho, tem uma capacidade de produção de 12 milhões de unidades/ano, sendo que 99% é destinada aos mercados externos, como o Canadá, Vietname, Rússia, Nova Zelândia e alguns países europeus, são os principais alvos de exportação.

Para o próximo ano, está previsto um novo investimento, de 5 milhões de euros, para ampliação da unidade, com o objetivo de alcançar um volume de produção na ordem dos 30 milhões de unidades/ano.

Adalberto Campos Fernandes Ministro da Saúde e Thebar Miranda, Presidente Executivo do Grupo Azevedos

“Uma grande empresa nacional”

“Portugal é, cada vez mais, um pólo competitivo do ponto de vista tecnológico e a Sofarimex, fábrica de medicamentos do Grupo Azevedos, é disso um bom exemplo. Está equipada com a tecnologia mais moderna e inovadora, que daqui produz e exporta para os cinco continentes”, disse o ministro da Saúde, Adalberto Campos Ferreira, destacando a Sofarimex, como “uma grande empresa nacional e que dá um contributo muito importante para o equilíbrio da nossa balança comercial”.

“Somos, atualmente, um grupo farmacêutico de base nacional que atua em toda a cadeia de valor do medicamento, desde o desenvolvimento, produção, promoção e distribuição, liderando a produção e exportando para mais de 70 mercados regulados”, disse por seu turno, Thebar Miranda, presidente Executivo do Grupo Azevedos.

“Hoje, inauguramos uma nova linha na nossa fábrica que nos vai permitir desenvolver produtos altamente complexos e inovadores, com tecnologia de ponta e uma equipa especializada, que daqui vão ser exportados para todo o mundo e, dessa forma, ajudar a posicionar Portugal como um centro de excelência no setor da saúde e, paralelamente, contribuir para a dinamização da nossa economia. Nada nos poderia deixar mais orgulhosos”, destacou o presidente Executivo do Grupo Azevedos.

O vereador da Solidariedade e Inovação Social, da Câmara de Sintra, Eduardo Quinta Nova (PS), assegurou que o município está disponível para apoiar as empresas que apostam na criação de emprego, nomeadamente a ampliação da capacidade produtiva da Sofarimex.

A Sofarimex, propriedade do Grupo Azevedos, foi inaugurada em 1994, emprega cerca de 200 colaboradores e, atualmente, é a maior fábrica portuguesa de medicamentos.

Com uma área de 28.240 m² e um portfólio superior a 650 produtos, tem uma capacidade de produção superior a 90 milhões de unidades por ano, sendo que 75% da produção é destinada a mercados externos dos cinco continentes.

França, Alemanha, Golfo Pérsico, Inglaterra, Suíça e Canadá são os principais destinos de exportação. Nos últimos dez anos, o Grupo Azevedos investiu mais 25 milhões de euros na modernização e actualização da tecnologia industrial da Sofarimex.

Recorde-se que o Grupo Azevedos é uma holding multinacional farmacêutica, de capital 100% nacional e com centro de decisão em Portugal. Actua em todo o circuito do medicamento – Investigação & Desenvolvimento, Produção, Distribuição e Comercialização – através de marcas próprias e licenciadas.

Com presença direta em três continentes – África, América Latina e Europa – são líderes em produção e exportação de medicamentos. Empregam cerca de 550 colaboradores e os medicamentos que produzem são comercializados em mais de cinquenta países.