Programa “Reabilitar para Arrendar – Habitação Acessível” na Amadora

    Protocolo de cooperação institucional

    Presidente da CMA, Carla Tavares e Presidente do IHRU, Victor Reis, na assinatura do protocolo “Reabilitar para Arrendar – Habitação Acessível” | Imagem: CMA

    A Câmara da Amadora e o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) assinou dia 8 de fevereiro, um protocolo de cooperação institucional, no âmbito do programa “Reabilitar para Arrendar – Habitação Acessível”.

    O programa tem como objetivo principal a reabilitação de áreas urbanas antigas, contribuir para a sua dinamização e valorização económica e facilitar o acesso das famílias à habitação, contribuindo para a criação de emprego e dinamização do mercado de arrendamento.

    O documento foi apresentado pelo Presidente do IHRU, Victor Reis, que considerou, entre algumas das razões principais para o seu lançamento,”o facto de Portugal ser um país com casas em excesso e a oferta de arrendamento habitacional ser insuficiente e cara”.

    O principal objetivo neste programa esclareceu ainda, o Presidente do IHRU, é “promover o equilíbrio entre a renda condicionada e o investimento realizado”.

    A Presidente da Câmara da Amadora, Carla Tavares, congratulou-se com a assinatura deste protocolo, assumindo que estas iniciativas “apesar de serem dos organismos do Estado, as autarquias devem assumi-las como suas”.

    Carla Tavares salientou a importância da divulgação do programa por parte da autarquia, e também por parte das juntas de freguesia, pois são “elas que estão ainda mais próximo dos seus munícipes”.

    Apresentação do Programa “Reabilitar para Arrendar – Habitação Acessível