Primeiro encontro público entre o portido "Nós, Cidadãos" e o vereador Marco Almeida ocorreu em setembro de 2015

A coligação de partidos que Marco Almeida deverá liderar nas eleições autárquicas de 2017 começa a revelar algumas tensões. O ex-vice presidente da Câmara de Sintra já terá demonstrado a vontade de ser candidato pelo Partido “Nós Cidadãos” e já revelou que irá apresentar a candidatura no próximo dia 2 de dezembro.

Numa coligação os candidatos têm de ser apresentados por um dos partidos dessa coligação. A solução que está a ser desenhada passará pela junção do PSD, CDS-PP e Partido Nós Cidadãos. “Numa coligação faz sentido ser o maior partido a liderar essa coligação e não o contrário”, revelou fonte ligada ao processo ao SINTRA NOTÍCIAS. “O PSD é um grande partido da democracia portuguesa, com grande tradição na vida autárquica e é esse passado que nos responsabiliza”, afirmou.

Essa possibilidade desautoriza aquilo que Carlos Carreiras afirmou em outubro. O coordenador autárquico nacional do PSD afirmou em entrevista que “Marco Almeida pode ser” o candidato do partido à Câmara Municipal de Sintra em 2017. Carlos Carreiras admitiu que relativamente a uma possível candidatura de Marco Almeida “desde que haja convergência nos projetos, tratando-se de alguém que é neste momento independente, não é filiado no partido, nós admitimos que desde que seja integrado numa lista do PSD, indicado pelo PSD”, possa ser candidato a Sintra.

O coordenador autárquico do PSD reconheceu ainda que há um conjunto de matérias que ainda terão de ser negociadas, “juntas de freguesia, um conjunto de equipas”, mas admitiu poder acontecer num contexto de coligação com outros partidos.

Referência a Sintra de Carlos Carreiras na entrevista à Antena 1 aqui:

[cleanaudioplayer playlist=”{title: ‘Carlos Carreiras sobre o processo autárquico em Sintra’, artist: ‘Entrevista à Antena 1’, mp3: ‘https://sintranoticias.pt/wp-content/uploads/2016/10/Carlos-Carreiras-Antena-1.mp3’}”]