Amnistia Portugal convoca vigílias em oito cidades

    A Amnistia Internacional – Portugal marcou para hoje, às 19h00, vigílias em oito cidades do país para defender os direitos humanos na Ucrânia e exigir o cumprimento do direito internacional humanitário, anunciou a organização.

    As manifestações irão acontecer são Chaves, Viana do Castelo, Paços de Ferreira, Viseu, Coimbra, Lisboa, Estremoz e Ponta Delgada.

    “A organização pretende relembrar a necessidade de garantir que todos os direitos humanos são salvaguardados e assegurar o cumprimento do direito internacional humanitário, priorizando a segurança e vidas civis”, explica a AI-Portugal em comunicado.

    “A invasão da Rússia à Ucrânia tem sido pautada por ataques indiscriminados a áreas civis e ataques a infraestruturas protegidas, como hospitais, o que pode constituir-se como um crime de guerra, colocando a vida de milhares de civis em risco”, alerta a organização, sublinhando que “é urgente o respeito pelas vidas e direitos humanos”.

    Por isso, a AI-Portugal resolveu mostrar “por todo o país”, que está atenta e comprometida com “a paz e a proteção dos direitos humanos”, explicou o diretor executivo da organização, Pedro Neto.