A GNR integra o plano de fiscalização e sensibilização da Serra de Sintra | Foto: GNR - arquivo

O plano tem como objetivo desenvolver ações de fiscalização e sensibilização junto da população, contra as situações mais frequentes como a utilização ilegal de veículos motorizados (motocross/jipes em zonas não autorizadas), estacionamento ilegal, utilização incorreta dos pontos de água, despejo de entulho, etc.

Segundo a Câmara de Sintra, no decorrer da atual situação de pandemia de Covid-19, “verificou-se uma acentuada e crescente afluência à Serra de Sintra, um espaço de eleição da população que procura atividades de recreio e lazer, locais de contacto com a natureza, sendo por isso necessário sensibilizar a população para as questões de salvaguarda deste bem público e consertar meios de fiscalização que garantam a vigilância do perímetro florestal contra as referidas situações ilegais em diversas zonas críticas da Serra de Sintra”, pode ler-se em nota de imprensa..

As ações de sensibilização e fiscalização irão decorrer ao longo dos próximos meses e com a presença das entidades fiscalizadoras na Serra de Sintra antes do período critico de risco de incêndio.

“A utilização ilegal de veículos motorizados em zonas não autorizadas é propícia à degradação ambiental, promove a erosão, degradação de valores naturais, ameaça espécies classificadas como, em perigo ou risco de extinção e coloca em risco e perturba os utilizadores da serra como os caminhantes e ciclistas”.

Este plano plano de fiscalização e sensibilização, é resultado do trabalho das entidades gestoras/fiscalizadoras da Serra de Sintra: ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas; GNR – Guarda Nacional Republicana; Câmara Municipal de Sintra, Câmara Municipal de Cascais, Polícia Municipal de Sintra, Parques de Sintra Monte da Lua e Cascais Ambiente.