Itália com 431 mortos o número mais baixo das últimas três

A Itália registou mais 431 mortos nas últimas 24 horas devido ao novo coronavírus. É o número mais baixo desde 19 de março.

Foto | Corriere Della Sera

Em Itália, o número de mortos por Covid-19 registado nas últimas 24 horas foi o mais baixo da últimas 3 semanas, com o país a contabilizar mais 431 vítimas mortais, relativamente aos números do dia anterior.

O número de pessoas nos cuidados intensivos está também a cair. Segundo a agência de notícias italiana ANSA, estão internados 3343 doentes, menos 38 do que no sábado, sendo que a maioria está nos hospitais da Lombardia, a região italiana mais afetada pela pandemia.

Este é o menor aumento diário de mortos desde 19 de março. O número total de vítimas mortais é de quase 20.000 mortos.

Notícia de destaque no Corriere Della Sera

No total, desde o início do surto, Itália registou 19899 mortos, o segundo país no mundo com mais óbitos, tendo sido ontem ultrapassado pelos Estados Unidos. A Espanha 16.972, a França 13.832 e o Reino Unido 9.875.

O Reino Unido registou mais 737 mortes de pessoas infetadas nas últimas 24 horas, elevando para 10.612 o total de óbitos durante a pandemia covid-19, comunicou hoje o Ministério da Saúde britânico. Na atualização dos dados feita hoje, o número de pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus aumentou para 84.279 casos positivos, mais 5.288 do que no dia anterior. No sábado, o balanço diário tinha registado um aumento de 917 mortes e mais 5.234 novas infeções relativamente ao dia anterior.

A pandemia provocada pelo novo coronavírus matou já 109.300 pessoas em todo o mundo, de acordo com o balanço feito hoje pela agência France-Presse (AFP), a partir de fontes oficiais.

O balanço da AFP, com dados coligidos até às 11h00 de hoje, aponta para 109.300 mortos desde que a doença covid-19 apareceu em dezembro na China.

No seu balanço, a AFP refere que foram diagnosticados oficialmente mais de 1.780.640 casos de infeção em 193 países e territórios desde o início da pandemia.

A doença matou pelo menos 20.608 pessoas nos Estados Unidos, o país com maior número de mortos pela covid-19 e também com o maior número de contaminações (530.006), afirma a AFP, citando os últimos dados da universidade Johns Hopkins.

Com um total de 75.011 mortos (para 909.700 casos), a Europa é o continente mais afetado.

Após três dias consecutivos de redução, Espanha registou hoje nova subida, com 619 novos casos em 24 horas.

Portugal regista hoje 504 mortos associados à covid-19, mais 34 do que no sábado, e 16.585 infetados (mais 504), indica o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Fotografia: Corriere Della Sera