Otília Reis apresenta “Sintra Conta com as ‘Mulheres Socialistas'”

    O acto eleitoral para Coordenadora da Concelhia de Sintra do Partido Socialista (PS) no âmbito da estrutura “Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos (MS-ID)", decorrerá no mesmo dia em que se realizam eleições para a Concelhia de Sintra do PS, a 31 de Janeiro.

    Otília Reis

    Otília Reis, é candidata a Coordenadora Concelhia de Sintra do Partido Socialista (PS) no âmbito da estrutura “Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos (MS-ID)”, iniciativa alargada às concelhias, depois de aprovada uma alteração aos estatutos do Partido. O acto eleitoral decorrerá no mesmo dia das eleições para a Concelhia do PS de Sintra, que terá lugar no dia 31 de janeiro.

    “Após a devida reflexão, decidi apresentar a minha candidatura à estrutura Concelhia de Sintra das ‘Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos’ como um exercício de liberdade e cidadania, numa altura em que as mulheres socialistas são chamadas à participação numa nova forma de organização territorial da sua atividade política”, começa por explica Otília Reis, no facebook, “ciente da responsabilidade deste passo e na convicção de que poderei desenvolver um projeto ambicioso na defesa da equidade, da diversidade, da inclusão e da unidade, construído com a colaboração de uma equipa de Mulheres de Sintra competentes e empenhadas”.

    Para a candidata esta é uma “oportunidade única” para promover, a “defesa da diversidade e da inclusão no município”, na “valorização pessoal e política das mulheres de Sintra”; no “desenvolvimento de condições e de competências para o desempenho de cargos políticos pelas mulheres”; o empoderamento de todos para a participação paritária na vida política, num projeto a ser construído em conjunto por mulheres e homens”, entre outros pontos.

    “A afirmação de novos modelos de liderança e a oportunidade de recentrar a ação política nas pessoas”; “O trabalho em áreas específicas onde o foco nas mulheres tem impacto na sociedade em geral, como a da saúde (nomeadamente a saúde reprodutiva e a saúde mental), educação, mobilidade, segurança no espaço público, sustentabilidade, literacia financeira e digital”, são algumas das áreas enumeradas, por Otília Reis a par de um conjunto de “projectos e iniciativas” que se propõe concretizar, caso seja eleita.

    “Gostaria de convidar todas a participar neste aliciante desafio que estimula o exercício da liberdade, da cidadania e da participação política, a favor da equidade, da diversidade, da inclusão e da unidade”, termina Otília Reis, acrescentando que “o Programa será ainda enriquecido com as sugestões e propostas que as militantes e simpatizantes e com os contributos a recolher durante as sessões de apresentação da candidatura”.

    Sintra Conta
    Com as Mulheres Socialistas

    Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos (MS-ID)

    Recorde-se, “Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos (MS-ID)” são estruturas do Partido Socialista, com autonomia e organização próprias, e têm como objetivo promover uma efetiva igualdade de direitos entre mulheres e homens, a participação paritária em todos os domínios da vida política, económica, cultural e social e a sua intervenção na atividade do Partido, numa integração transversal pelos direitos humanos, liberdades e garantias de mulheres e homens.

    As recentes alterações aos estatutos do PS, vão possibilitar que as concelhias possam implantar esta estrutura, a nível concelhio, no âmbito de um processo eleitoral interno, que se realiza no dia 31 de janeiro e que resultará a eleição da Coordenadora, do Secretariado e da Comissão Política Concelhias, para um mandato de dois anos.

    Otília Reis e Lina Andrês são candidatas à liderança da Coordenadora Concelhia de Mulheres Socialistas de Sintra, Igualdade e Direitos, que surge pela primeira vez depois de aprovadas as alterações estatutárias do Partido Socialista em 2018.