Espanha: PSOE vence com maioria escassa

O PSOE (socialista) ganhou as eleições gerais realizadas hoje em Espanha, mas para governar vai ter de negociar com outros partidos

O PSOE (socialista) ganhou as eleições gerais realizadas hoje em Espanha, mas para governar vai ter de negociar com outros partidos, nomeadamente os independentistas catalães responsáveis pela queda do atual executivo | Foto: El País

O primeiro-ministro, Pedro Sánchez, precisa do apoio de pelo menos 176 deputados, a metade mais um dos 350 eleitos no Congresso dos Deputados, para poder governar sem os sobressaltos da anterior legislatura.

De momento, o PSOE cujos resultados provisórios lhe dão 122 deputados apenas conta com o muito provável apoio do Unidas Podemos com 42, tendo o conjunto dos dois partidos 164 assentos na câmara baixa das Cortes Gerais.

Sánchez precisa de encontrar pelo menos mais 12 deputados para conseguir a estabilidade que não teve anteriormente com apoios pontuais que falharam ao fim de 10 meses de Governo.

Os dados finais, ainda provisórios, quando estão escrutinados 94,21% dos votos, mostram que o PSOE elege 122 deputados (28,8% dos votos) no Congresso dos Deputados, o PP (Partido Popular, direita) 65 (16,7%), o Cidadãos 57 (15,8%), o Unidas Podemos 42(extrema-esquerda) 42(14,3%) e o Vox 24 (10,2%).

Resultado das eleições em Espanha, às 21h47 | Imagem: El País