Afonso Antunes venceu Ericeira Juniors em Ribeira d’Ilhas

Afonso Antunes junta, entre outros, os títulos de Campeão Europeu e Nacional Sub 14, em 2016, Sub 16, em 2017, Surf Juvenil e Colectivo na Taça de Portugal no passado mês de Setembro

Afonso Antunes venceu Ericeira Juniors em Ribeira d'Ilhas

Decorreu este fim de semana de 20 e 21 de Outubro, o Ericeira Juniors, a Final do Campeonato Nacional de Surf Esperanças na categoria Sub 18, apresentado pelo Ribeira d’Ilhas Surf & Restaurant Bar.

Com bastante sol e temperaturas convidativas, marcaram presença os 32 melhores atletas Nacionais nesta categoria, que se apuraram através dos 6 Circuitos Regionais, das vagas provenientes de 2017 e de Wildcards promovidos pela FPS.

Quanto à competição, no sábado, as condições de ondas com cerca de 1,5 metro estiveram bastante boas, mesmo em períodos em que levantava um pouco de vento norte, tendo os vários atletas presentes conseguido excelentes performances e obtido scores bastante elevados, decorrendo a prova até aos quartos de final “man x man”. Em grande destaque neste primeiro dia, estiveram, entre outros, o Afonso Antunes, Guilherme Ribeiro (onda e score mais elevado), Gabriel Ribeiro ou o José Champalimaud.

No domingo, Ribeira d’Ilhas esteve de “Gala”, com a ondulação a diminuir um pouco, mas com o offshore a “acertar” os sucessivos sets que brindaram os jovens atletas apurados. Um verdadeiro “Show de Surf”. A cada set a entrar o público presente entusiasmava-se com a diversidade de manobras aplicadas, resultando constantes alterações nas lideranças nas baterias e muita indefinição quanto aos seus vencedores.

Na caminhada até à final destacam-se a eliminação do Guilherme Ribeiro nos quartos “man x man” perante um endiabrado José Champalimaud (que viria a chegar à final) e a super meia-final disputada entre dois dos onze atletas do Ericeira Surf Clube presentes, com o Afonso Antunes (15 anos) a ter de aplicar a fundo para levar de vencida a consistência do surf apresentado pelo Gabriel Ribeiro (16 anos), conseguindo a onda mais pontuada e melhor score de todo o campeonato.

Para a grande final apuraram-se o José Champalimaud (17 anos), que na outra meia-final deixara pelo caminho uma das grandes revelações da prova, o Martim Paulino (15 anos) e o Afonso Antunes. Durante a final o Afonso esteve imparável, demonstrando uma vez mais ser a maior promessa do Surf Português. Onda a onda, a confiança e a diversidade de manobras progressivas aumentava, assim como a diferença de pontuação para o José, que lutava com todo o empenho que o caracteriza, arriscando tudo com manobras inovadoras, na tentativa de aproximar a diferença de scores que se iam fazendo.

O Afonso Antunes ao vencer esta Final Sub 18, junta, entre outros, os títulos de Campeão Europeu e Nacional Sub 14, em 2016, Sub 16, em 2017, Surf Juvenil e Colectivo na Taça de Portugal no passado mês de Setembro.

 

Fotografias: Miguel Silva/ESC