“Esta é uma estrutura de excelência, integrada na comunidade, que devia ser multiplicada por todo o país" disse Marcelo Rebelo de Sousa | Foto: DR CMS

No âmbito do Dia Mundial da Saúde Mental, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa visitou esta quarta-feira a Unidade de Pedopsiquiatria do Centro de Saúde de Queluz, na União de Freguesias de Queluz e Belas, no concelho de Sintra.

Inaugurada em dezembro de 2017, esta unidade dispõe de salas de consulta, espaços de terapia e locais de atendimento para os mais novos, onde, de acordo com o que as suas patologias exigem, passam a ter um acompanhamento mais eficaz por parte dos técnicos e médicos do Hospital Fernando Fonseca.

“Esta é uma estrutura de excelência, integrada na comunidade, que devia ser multiplicada por todo o país” disse Marcelo Rebelo de Sousa, deixando um duplo apelo: “O primeiro apelo é aos políticos, todos eles, deste momento e do futuro: que olhem mais para a saúde mental. Eu sei que os recursos são escassos e que há muitos desafios no domínio da saúde, mas a saúde mental é fundamental. É fundamental e quanto mais cedo se começar melhores são os resultados obtidos”, afirmou. “O segundo apelo é às portuguesas e aos portugueses, porque naturalmente que os políticos darão maior importância se os portugueses derem maior importância”.

(…) “Esta é uma estrutura de excelência, integrada na comunidade, que devia ser multiplicada por todo o país” (…)   Marcelo Rebelo de Sousa

Recorde-se, o Centro de Saúde de Queluz foi construído pela pela autarquia de Sintra num investimento superior a 1 milhão e 100 mil euros, com financiamento de 70% da Administração Central e 30% da autarquia que cedeu também o terreno e foi responsável pelo projeto e pela obra.

A unidade de saúde, inaugurada o ano passado, abrange cercas 30 mil utentes e engloba a primeira unidade de pedopsiquiatria do concelho de Sintra.

A visita do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa ao Centro de Saúde de Queluz, contou ainda com a presença do vereador da Câmara de Sintra, Eduardo Quinta Nova, pela diretora Geral de Saúde, Graça Freitas, pelo presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), Luís Pisco, pelo presidente do Conselho de Administração do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, Francisco Velez Roxo, pela presidente da ACES Sintra, Maria Clara Pais, e pela diretora do Serviço de Psiquiatria do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, Teresa Mai.