PCP promove abaixo-assinado contra encerramento dos CTT na Barota

    Documento "repudia o encerramento da estação dos CTT da Barota e exige aos CTT que recuem nesta decisão, respeitando as populações da Barota, de Belas e de Massamá"

    Lino Paulo e Pedro Ventura, PCP | Foto: arquivo

    O PCP realiza esta sexta-feira, dia 12 de janeiro pelas 15 horas, a apresentação pública de um abaixo-assinado, “Contra o Encerramento da Estação de Correios da Barota”, em Belas, na União de Freguesias de Queluz e Belas, no concelho de Sintra.

    A iniciativa vai decorrer junto à estação de Correios da Barota, “onde os primeiros signatários se concentrarão em protesto”, adiantou ao SINTRA NOTÍCIAS fonte do partido, em Sintra.

    No documento os abaixo-assinado, “repudiam o encerramento da estação dos CTT da Barota, e exigem aos CTT que recuem nesta decisão, respeitando as populações da Barota, de Belas e de Massamá e os trabalhadores do serviço postal, mantendo em funcionamento a estação dos CTT da Barota.”

     

    ABAIXO-ASSINADO
    CONTRA O ENCERRAMENTO DA ESTAÇÃO DE CORREIOS DA BAROTA

    “Entre 2009 e 2016, e com o processo de privatização dos CTT, encerraram 564 estações e postos dos CTT, privando as populações de um serviço de proximidade. Desde Janeiro de 2013, foram encerradas 110 Estações em todo o país. No Concelho de Sintra foram encerradas as Estações de Colares e Tapada das Mercês.

    A estação de Correios da Barota faz, à semelhança do que aconteceu em 2013, parte da lista de Estações dos Correios que a actual Administração dos CTT quer encerrar, a que se junta o despedimento de trabalhadores. O eventual encerramento da estação dos Correios da Barota, prejudicará os moradores da Barota e prejudicará igualmente as populações de Belas e Massamá. Passaremos a ter apenas 2 estações de Correios para servir cerca de 80 mil habitantes.

    As populações são mais uma vez apanhadas de surpresa pela notícia do encerramento da estação dos CTT da Barota, tendo já havido uma tentativa para o encerrar em 2013, tentativa que a luta da população e o empenho do PCP derrotou.

    Desta forma os abaixo-assinados repudiam o encerramento da estação dos CTT da Barota, e exigem aos CTT que recuem nesta decisão, respeitando as populações da Barota, de Belas e de Massamá e os trabalhadores do serviço postal, mantendo em funcionamento a estação dos CTT da Barota.”