Corpo de fotógrafo desaparecido encontrado no próprio carro

Pedro Palma estava na bagageira da viatura encontrada em Sintra

Foto | Observador - Rosário Palma

O corpo do fotógrafo Pedro Palma, de 58 anos, foi encontrado, esta quarta-feira, dentro do próprio carro. Ao que o Correio da Manhã (CM) apurou, o cadáver estava dentro da bagageira da viatura, encontrada em Sintra, na terça-feira.

Recorde-se que, Pedro Palma estava desaparecido desde quinta-feira passada, dia 24 de agosto. Antes de desaparecer, o fotógrafo deixou uma mensagem enigmática nas redes sociais: publicou um vídeo de dez segundo de um ecrã cinzento.

O corpo do fotógrafo chegou por volta das 21h30 desta quarta-feira, ao Instituto Nacional De Medicina Legal em Lisboa. O carro foi encontrado em São Pedro de Sintra, ontem pelas autoridades
muito próximo de um dos cafés onde o fotojornalista ia habitualmente.

Segundo o CM não havia qualquer vestígio de arrombamento nem sinais de violência. O carro estava bem estacionado e no interior ainda eram visíveis alguns livros de fotografia assinados pelo próprio Pedro Palma.

A Família descarta hipótese de suicídio. Para a irmã, Rosário Palma, a hipótese de suicídio não faz sentido. “Ele estava na melhor fase da sua vida. Tinha melhorado, já tinha projetos de trabalho. É preciso perceber o que aconteceu”, disse ao CM.