Pedrogão Grande | Foto: arquivo

O Governo e a Comissão Europeia concluem “esta semana” os “contactos técnicos” relativos à ativação do fundo de solidariedade europeu no âmbito dos incêndios de junho na região Centro, devendo o pedido formal seguir para Bruxelas após este processo.

“Os contactos técnicos entre o Governo português e a Comissão Europeia relativos ao fundo de solidariedade serão concluídos esta semana, após o que o Governo apresentará de imediato a candidatura”, disse hoje à Lusa fonte oficial do Ministério do Planeamento e das Infraestruturas.

A agência LUSA revela que os prejuízos diretos dos incêndios ascendem a 193,3 milhões de euros, estimando-se em 303,5 milhões o investimento em medidas de prevenção e relançamento da economia.

Dois grandes incêndios começaram no dia 17 de junho em Pedrógão Grande e Góis, tendo o primeiro provocado 64 mortos e mais de 200 feridos. Foram extintos uma semana depois.

Estes fogos terão afetado aproximadamente 500 habitações, 169 de primeira habitação, 205 de segunda e 117 já devolutas. Quase 50 empresas foram também afetadas, assim como os empregos de 372 pessoas.

Mais de dois mil operacionais estiveram envolvidos no combate às chamas, que consumiram 53 mil hectares de floresta.