“Utopias e Revoluções” juntam Alagamares e News Museum para debate do século

    DEBATE | “Utopias e Revoluções” no News Museum, em Sintra, dia 9 de Abril, pelas 18 horas

    Quando passam cem anos da Revolução Russa, a Associação Cultural – Alagamares, em parceria com o News Museum, de Sintra, promove um conjunto de debates, convidando especialistas nas mais diversas áreas, para ajudar a refletir sobre esse fenómeno “cem anos depois”, como sobre a pertinência das ideologias e dos grandes dogmas num mundo disruptivo, globalizado e onde o futuro definitivamente já não é como era.

    Para o primeiro desses encontros, de entrada livre, e com o título genérico “Utopias e Revoluções” a realizar no News Museum, em Sintra, dia 9 de Abril, pelas 18 horas, estão já confirmados alguns oradores:

    896698-001

    JOSÉ MILHAZES

    Começou os estudos secundários na Ordem Missionária dos Combonianos, mas terminou-os no Liceu Eça de Queirós da terra natal. Em 1977, parte para a União Soviética a fim de cursar História da Rússia e assistir à “construção do comunismo”. Tendo bem mais sorte do que muitos outros estudantes portugueses que foram mandados para os “confins do Império”, pôde levar a cabo os seus estudos na Universidade Estatal de Moscovo (Lomonossov).

    A longa permanência na União Soviética e, depois, na Rússia, permitiu-lhe assistir e participar num dos períodos mais agitados do séc. XX: a queda da “cortina de ferro” e a formação de novos Estados no Leste da Europa. Presentemente, é correspondente da Agência Lusa, SIC e RDP em Moscovo.  É um dos correspondentes na Rússia mais destacados da televisão portuguesa. Actualmente, é comentador de política externa da SIC e da RDP, colunista no jornal Observador. Comendador da Ordem de Mérito da República Portuguesa (2013).

    JOÃO SOARES

    João Soares é deputado eleito pelo PS e foi Presidente da Câmara Municipal de Lisboa entre 1995 e 2002, e ministro da Cultura entre 2015 e 2016.

    A partir de 1975 dedicou-se ao trabalho na editora Perspectivas & Realidades (P&R), que fundou com Vítor Cunha Rego. Militante do Partido Socialista desde a sua fundação em 1973, foi deputado entre 1987 e 1990, e, novamente, nas legislaturas iniciadas em 2002, 2005 e 2009. Foi igualmente deputado ao Parlamento Europeu, de 1994 a 1995. Em 2005 encabeçou a candidatura do PS à Câmara Municipal de Sintra. Foi presidente da Assembleia Parlamentar da OSCE, entre 2008 e 2010.

    josé-gusmão-7

    JOSÉ GUSMÃO

    Economista e dirigente do Bloco de Esquerda. Tem mestrado em Sociologia Económica e das Organizações. Foi militante do PCP durante sete anos, antes de aderir ao Bloco de Esquerda.Foi deputado na Assembleia da República durante a XI legislatura, eleito pelo círculo de Santarém. É membro da Comissão Política do BE.Exerce atualmente funções de assessor no Parlamento Europeu.

    011-001

    PAULO BORGES

    Paulo Alexandre Esteves Borges, professor, ensaísta, filósofo, poeta e escritor português.

    É Sócio-fundador e membro do Instituto de Filosofia Luso-Brasileira, membro correspondente da Academia Brasileira de Filosofia, membro Fundador da APERel – Associação Portuguesa para o Estudo das Religiões, membro do Conselho de Direcção da Revista Lusófona de Ciência das Religiões, director da revista Cultura ENTRE Culturas, cofundador e ex-presidente (de 2002 a 2014) da União Budista Portuguesa, ex-presidente (de 2004 a 2013) e membro da Direcção da Associação Agostinho da Silva, ex-vice-Presidente da Associação Interdisciplinar para o Estudo da Mente, vice-presidente da Mesa da Assembleia Geral da Sociedade de Ética Ambiental. Foi Presidente do Partido pelos Animais e pela Natureza (PAN) de 2011 a 2014, tendo-se demitido em 13 de Setembro de 2014, e se desfiliado do partido em 8 de Julho de 2015.

    Mendo_Henriques_pequena-001

    MENDO CASTRO HENRIQUES

    Professor da Faculdade de Ciências Humanas e membro da Direção do CEFi- Centro de Estudos de Filosofia, da Universidade Católica Portuguesa.

    Licenciado e Mestre em Filosofia pela Universidade de Lisboa e Doutor em Filosofia Política e Universidade Católica. Frequentou estágios de pré-doutoramento na Universidade de Munique, RFA e Stanford University, EUA. Tem o Curso de Defesa Nacional, do IDN, e Curso de Alta Direção, do INA. Foi professor do Quadro do Ensino Secundário; Bolseiro do INIC para Mestrado e Doutoramento; Assessor e Diretor do Departamento de Investigação do Instituto da Defesa Nacional.

    Entre os cargos na sociedade civil, é atualmente presidente da Instituto da Democracia Portuguesa, associação cívica fundada em 2007, na sequência do livro e manifesto sobre, “O Erro da Ota”.

    É, desde 25 de novembro de 2014, membro da Comissão Executiva do Prémio General António Ramalho Eanes. É autor, co-autor e organizador de monografias em várias áreas de especialidade.

    Sintra Notícias com Alagamares