ATUALIZADA | Dois bombeiros feridos após queda em poço em Agualva-Cacém

    Tentativa para salvar animal

    Dois bombeiros ficaram esta noite feridos, um deles gravemente, ao caírem num poço em Agualva-Cacém, no concelho de Sintra, enquanto tentavam salvar um animal, informou o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Lisboa.

    Os dois bombeiros caíram no poço às 23h48 de terça-feira, onde ficaram até à 01h10 de hoje, quando foram resgatados, disse à agência Lusa fonte do CDOS de Lisboa.

    Um dos bombeiros ficou gravemente ferido e foi transportado para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa. O outro sofreu ferimentos ligeiros e foi transportado para o Hospital de São José, também em Lisboa.

    “Estou muito triste”

    "Hoje estou muito triste. Dois bombeiros do Corpo de Bombeiros de Agualva-Cacém estão feridos em resultado do cumprimento de mais uma missão operacional", refere António Vilela, presidente da Direção dos Bombeiros Voluntários de Agualva-Cacém
    “Hoje estou muito triste. Dois bombeiros do Corpo de Bombeiros de Agualva-Cacém estão feridos em resultado do cumprimento de mais uma missão operacional”, refere António Vilela, presidente da Direção dos Bombeiros Voluntários de Agualva-Cacém

    “Acompanhei a evolução dos acontecimentos no local praticamente desde os primeiros momentos e testemunhei o empenho e e eficácia de todos os meios envolvidos no resgate dos feridos”, desabafou no facebock, António Vilela, presidente da direção da Associação dos Bombeiros Voluntários de Agualva-Cacém.

    Preocupado, o responsável diz-se “muito triste”, pelos acontecimentos das últimas horas, envolvendo os dois bombeiros da Corporação “em resultado do cumprimento de mais uma missão operacional”, desejando “rápidas e completas melhoras”, manifestando às famílias “total disponibilidade da AHBVAC para o que for necessário”

    António Vilela deixa ainda palavras de agradecimento aos operacionais de Belas, Queluz e Almoçageme pela “prontidão com que acorreram para ajudar os camaradas” à PSP e Proteção Civil Municipal “presentes no local” e ao “desempenho do Comando e dos homens e mulheres” do seu Corpo de Bombeiros, “que entre a emoção e a consternação pelo sucedido não deixaram de desempenhar exemplarmente as suas funções”.

    (atualizada 13h09)