PGR escusa-se a avançar com data para fim do inquérito da Operação Marquês

    A Procuradora-Geral da República escusou-se hoje a avançar com uma data para a conclusão da investigação da Operação Marquês, que envolve o ex-primeiro-ministro José Sócrates, antecipando que «na altura própria» os jornalistas serão informados.

    No final de uma visita na qual acompanhou o Presidente da República ao DCIAP, Joana Marques Vidal foi questionada pelos jornalistas sobre a data da conclusão do inquérito da Operação Marquês, cuja data de 15 de setembro foi o prazo limite indicado pela Procuradoria-Geral da República, mas que Amadeu Guerra, diretor do DCIAP, em entrevista à SIC, em finais de julho, disse que não garantia que fosse cumprido.

    “Os senhores jornalistas serão informados na altura própria sobre essa matéria”, respondeu Joana Marques Vidal.

    Perante a insistência dos jornalistas, a Procuradora-Geral da República não acrescentou nada mais e disse apenas: “Terão acesso a toda a informação no momento em que se entender que é o momento adequado para dar a informação que tivermos disponível para vos dar”.

    Diário Digital